Crianças, Música e Solidariedade | Que tal falar com seu(s) filho(s) sobre isso?

A palavra “Solidariedade”, segundo o dicionário Michaelis, significa:

“Compartilhamento de ideias, [...] ou de sentimentos”


Neste mês de março, traga seu(s) filho(s) para o evento de crianças através da música pela Solidariedade, o evento contará com a presença de alunos e professores da escola para abordar este valor tão importante que a filosofia Suzuki preza muito.


Segundo Shinichi Suzuki: “caráter primeiro e habilidade depois”.


O primeiro contato com a solidariedade acontece desde a primeira infância quando as crianças, sem perceberem, fazem gestos solidários que envolvem a cumplicidade e a empatia, seja sorrindo e recebendo sorriso dos pais, seja emprestando ou dividindo um brinquedo. Isso é reflexo do comportamento dos pais.

Portanto, ser solidário inclui gestos que, por mais que sejam simples, são capazes de mudar a realidade de muitos. Para isso, precisamos enxergar o próximo com empatia e compreensão para entender as suas necessidades, sejam elas materiais ou emocionais.


A comunidade que se junta para apoiar aqueles que estão necessitando de apoio, leva consigo o carinho, o amor e a verdade nas palavras e gestos.


Um músico está sendo solidário a partir do momento que está fazendo música com seu instrumento ou cantando para um público, ainda que haja cobrança de cachê, através do seu prazer em tocar ou cantar, está transmitindo alegria, tranquilidade e unindo as pessoas de forma natural, o que não dá para mensurar monetariamente.


Uma criança que inicia sua vida musical em aulas coletivas ou em grupo, compartilha com os colegas presentes, as habilidades desenvolvidas e observa ao seu redor o desempenho dos colegas, dessa forma, os alunos mais ágeis e os menos avançados contribui para o ensino coletivo uns dos outros, ajudando o colega de forma espontânea e divertida em aula.


O fato de tocar no coletivo ou em uma orquestra já é uma solidariedade por si só, pois, ao tocar juntos é preciso respeitar e trazer harmonia para o grupo para que haja sucesso.


Imagine que você é um violinista de uma orquestra e no dia da apresentação uma corda do violino quebra e alguém vendo sua situação resolve emprestar-lhe uma corda extra que ele levava na bolsa; ou até mesmo na mesma situação, seu colega da orquestra esquece a partitura no dia e você empresta a sua para ele não se prejudicar.

De modo geral, a solidariedade está no dar e receber, seja material ou não.


A solidariedade começa com a nossa atitude em fazer o bem, tendo compaixão, seja com o material com doações de alimentos, roupas e itens de necessidade básica, ou com o emocional, através de um abraço, um conselho e escuta ativa com o outro.


Não perca o evento que acontecerá dia 10/03, às 18h30, será online na plataforma Zoom, traga sua família para prosperarmos juntos por um futuro mais solidário de um jeito divertido, com música e interação.


Para se inscrever, clique aqui!

(vagas limitadas)


Fez uma ação solidária? Poste no stories com a hashtag:

#AtitudeSolidáriaSuzuki

8 visualizações0 comentário

(11) 98548-6143 | (11) 97814-8558 (Whatsapp)

R. Gomes de Carvalho, 286 - Vila Olímpia, São Paulo - SP, 04547-001, Brazil

  • Google Places
  • Instagram
  • Facebook

©2020 por Escola de Música Suzuki de São Paulo