Respeito e limites são importantes para uma criança? E para adultos?



O respeito é essencial para convívio em sociedade, é extremamente importante para que tenhamos uma harmonia mútua.


Ele não se aplica somente às diretrizes da sociedade, mas devem estar presentes no contexto familiar. Aliás, é nesse ambiente que devem ser ensinados.



Uma criança que não obedece limites, ao se tornar adulto, muito provavelmente irá buscar algo que está além dos limites da sociedade, muitas vezes mergulhando em drogas ou, pior, no crime. Uma infração ao sinal vermelho de pedestres pode lhe custar a vida... Ou seja, aprender limites tem a ver com a própria sobrevivência!


E como se percebe que uma criança não obedece limites?


Aqui vou contar uma experiência própria. Uma vez estava conversando com uma professora de violino japonesa, naturalizada brasileira, que veio dar um curso de filosofia Suzuki em nossa escola. Ela deu aula para minha filha, mas observou que ela sempre interrompia a conversa de adultos. Isso ocorreu quando ela tinha 6 anos de idade. Ela me chamou de lado e disse: "você não está dando limites para sua filha" e citou o exemplo, dentre outros que viu acontecer. E completou: "se ela tivesse 3 anos de idade, ainda daria para entender, mas com 6 anos, isso já deveria ter sido aprendido".



Logo em seguida, chamei minha filha para conversar. Notei minha falha imediatamente: eu sequer consegui conversar com ela sobre o tema. E foi bem duro no início: demorou muito para ela aprender esse limite. Mas agradeço à professora Shinobu Saito até hoje por esse conselho maravilhoso, que me fez notar a importância desse tema e a necessidade de se trabalhar isso desde bebês.



Nesse contexto, tanto a música quanto o esporte propiciam elementos para que os pais trabalhem respeito e limites desde cedo. Mas a conversa deve começar desde cedo. A criança precisa entender que não pode colocar o dedo na tomada o quanto antes, sob pena de tomar choque.


Mais que isso: a criança não aprende apenas o seu limite, mas a impor o limite de terceiros em relação a si própria. "Não é não". Meninos e meninas devem respeitar esse limite. Discriminar pessoas em razão do gênero, da idade, da raça é inaceitável.


Essas ideias você pode encontrar no e-Book Música e Esportes: o que é melhor para meu filho? E para mim? Se você ainda não tem o e-Book, poderá baixar clicando aqui.


Como você ensina respeito e limites para seu filho ou filha? Tem uma experiência para compartilhar?


Compartilhe suas ideias aqui neste Blog!

6 visualizações
 

(11) 98548-6143 (Whatsapp)

R. Gomes de Carvalho, 286 - Vila Olímpia, São Paulo - SP, 04547-001, Brazil

  • Google Places
  • Instagram
  • Facebook

©2020 por Escola de Música Suzuki de São Paulo